Vampiro

Padrão

Hoje uma poesia curtinha, considero com certa dose de humor negro.

Vampiro

Andava faminto, insaciável
O corpo urrava, implorando
O sangue vermelho, jorrado
Era meia noite!
A virgem perdeu se
E seus desejos satisfeitos

(03.06.10)

E então o que acharam!? Eu sei que ficou com um duplo sentido, mas juro que quando escrevi essa não era a intenção!

Por hoje é só!!!

E lembrem se dia 07.08 na Biblioteca Viriato Côrrea na Vila Mariana SP tem o lançamento de Tratado Secreto de Magia, Ed. Andross.

Anúncios

»

  1. Eita deculpe o atraso no coments^^

    Bom qnto a poesia Vampiro, essa eu gostei mtooo,

    O sentido duplo é a parte mais interessante da poesia, pois fica a critério da mente de quem lê, interpretar como quizer…hehehe

    ADOREI Cherry

    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s